sábado, 27 de agosto de 2011

engrenagem

E há essas coisas presas aqui dentro. Mas que não me fazem mal, ao contrário, fazem de mim eu mesma. Porém há também sempre aquela questão de querer explicá-las. E simplesmente não dá. Habitam, controlam, engenham cada centímetro de mim. Tento descrevê-las, apesar de vê-las em muitas outras coisas, mas não dá. Tangencio na primeira palavra em que ouso dizer. E já estou me desdizendo em outros rumos. Rodo, contorno, dou voltas, e o ponto excruciante acaba passando longe. Não o tenho como inimigo, mais como um amigo brincalhão. E gosto. Adoro seu gosto que não pode ser provado por outros e seu sabor que não pode ser pronunciado. Não é algo que transborde tanto assim. Mas digo que é uma sensação que sai pelos meus poros, talvez chegue a perfumar outras mentes insanas. Até lá vou nessa de sempre querer dizer e não querer dizer. Confesso que tenho medo de dizer e tudo isso me escapar por entre os dedos... Mas essa questão fica pra outra hora. Afinal, nem era isso que eu queria dizer.
Isadora Peres.

"Eu posso não ter ido para onde eu pretendia ir, mas eu acho que acabei terminando onde eu pretendia estar."

11 comentários:

  1. Que leitura deliciosa!
    É que a coisa tal nos escapa na escrita, nunca é retrato perfeito (e que fosse! seria 'retrato'... A coisa tal já voou para outros lados).

    Mas a sempre o perfume que agrada as mentes insanas. Olá!

    Doçura <3

    ResponderExcluir
  2. Meigo, doce, imperdível e sensível. AMEI.

    Esteja onde você quiser.......abraços

    ResponderExcluir
  3. Sinto sempre um gostar distante em meio a tuas palavras, em meio a tua escrita.
    Recupere-se e recupere o que foi perdido.

    Flores!

    ResponderExcluir
  4. Que texto bom de ler, Isa. Gosto muito e entendo esse querer não querendo. rs

    ResponderExcluir
  5. Hahaha, olá Fil! Bom saber que o perfume te agrada, fico muito feliz por isso!
    Ahh, muito obrigada Renato. Abraços pra você tambem!
    Awm, Lu, obrigada por todo esse apoio que você me dá! Nem sei como demonstrar, obrigada mesmo.
    Obrigada Carol! É, nós e nossas contradições internas hahaha...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Econtrei o seu blog passando por outros e não teve como não gostar! Você escreve bem, menina! :)

    Estou seguindo e convido você a conhecer o meu também! Espero que também goste!

    Beijos!

    Luciana Mira
    www.lucianamira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ah, achei tão gostoso de ler! Simples, meigo e fofo!

    Ameei, ameei! :D

    Beeijos.

    ResponderExcluir
  8. parece tão livre, de um frescor incrível, acho que essa sensação perfumou por aqui...

    ResponderExcluir
  9. Você sempre encantando meus olhos e minha mente *-*

    ResponderExcluir
  10. Eu amei o seu blog *--*
    o template é LINDO e gostei doos seus textos, achei eles simplesmente incrível ♥

    http://thayshafer.blogspot.com/

    --
    Quer um lugar onde possa divulgar o seu blog ?
    então junte-se a nós em nossa comunidade de Perfis de Divulgação de Blogs ♥

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=114529010

    ResponderExcluir
  11. Nossa, muito obrigada gente!

    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Assine também!