segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

do lado de cá

Não vou mentir. Nem esconder. Tenho medo de errar.

Faço a pergunta indiscreta, termino relacionamentos, expiro prazos de validade antes do previsto, começo o assunto, vou embora mais cedo ou tarde demais, sou mais firme, sou mais rude, sou mais distante. Mas pior que o medo de errar é de estar errada.

Tenho medo de ser muito rude, de ser muito firme, de estar muito distante, de me entregar e não ser mútuo, de saber a resposta, de não saber a pergunta, de ser controlada, de controlar demais, de ser exposta, de não saber esconder, de não estar na hora certa, de chegar atrasada demais, de chegar cedo, de desistir, de prosseguir e decepcionar, de não conquistar, de errar a conquista, de ser um fracasso, de não me importar o suficente, de me importar demais, de errar, de persistir no erro, de amar, de não amar e ser vazio , de ser amada e não corresponder, de não ser feliz, de não tentar, de tentar demais, de tentar pouco, de me contentar com pouco, de não buscar o que quero, de não ser o suficiente, de ser demais, de não ser nada, de não fazer diferança, de ser importante e mudar vidas, de não saber explicar, de não entenderem a explicação, de não explicar porque explicação não se dá, de ter responsabilidade, de ser inútil, de crescer, de esquecer a doçura da vida, de continuar a criança otimista, de ser enganada, de enganar a pessoa errada, de me perder, de não me achar.

Tenho muito medo. Mas todos os dias eu crio coragem, levanto da cama e sigo em frente.

Isadora Peres.

13 comentários:

  1. Compartilho alguns de seus medos. Mas acho que é um pouco normal. No mais, é criar coragem mesmo e vencer esses medos.
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Confesso que é estranho ver você falando sobre medos, ok, todos têm, mas eles não se parecem com você. Então o final mostra que tô lendo um texto da Isa sim haha e está ótimo <3

    ResponderExcluir
  3. Porque é assim, querendo ou não, a vida segue e agente tem que ir junto.

    ResponderExcluir
  4. Não tenha medo, viva! Ame, lute, acredite!

    Flores!

    ResponderExcluir
  5. E são todos esses medos que nos levam a viver intensamente.

    ResponderExcluir
  6. "se a gente deixar o medo tomar conta, deixa de existir!"

    bjs meus

    ResponderExcluir
  7. Ta tão lindo.
    O medo, às vezes, impulsiona a coragem (:

    Tenho um selinho para você Isa!

    Beijos querida :*

    ResponderExcluir
  8. Esqueceu de citar que é humana. Mais corajosa que outras, mas é. Achei incrível.

    ResponderExcluir
  9. Awwwm, obrigada gente. Exatamente, Celo, seguindo em frente, sempre. Awm Caroline, você me entendeu direitinho. E adorei o selinho Carol :)
    Né, coragem é tudo. Ainda mais nos dias atuais. Obrigada, F!

    ResponderExcluir
  10. oi, eu estive lendo seus textos e devo confessar que me identifiquei muito
    adorei
    te sigo
    me visita e segue?
    http://rgqueen.blogspot.com/
    bjos, é maravilhoso como escreve.

    ResponderExcluir
  11. O medo que nos persegue dia a dia, mas saber que ele é só mais um instinto humano é essencial, o medo pode nos dominar se não tivermos o dominio sobre ele...
    Levantar e seguir em frente sempre! \o/
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Possuo todos os mesmos medos! A vida é complicada demais... :S

    ResponderExcluir
  13. Hm... então somos dois! A vida é isso, mesmo: temer, viver, errar, sofrer, sorrir, cair, levantar e ir em frente, para fazer tudo de novo. As maiores viagens da vida são interiores - eis aí a arquitetura da alma.
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir

Assine também!